Uma revista para todo cristão
Ano 8 · Nº 45
Maio - Junho 2007

O que fazer quando Deus joga um balde de água fria nos seus sonhos?

Davi e a casa de Deus

Christian Chen

Leituras: 2 Samuel 7:1; Salmos 132:1-5; 13.

Dificilmente acharemos no Antigo Testamento um personagem que tenha agradado o coração de Deus de uma maneira tão profunda como Davi.

Os sofrimentos de Davi

Davi não era perfeito; ele era como você ou como eu. No entanto, a Bíblia diz que ele foi um homem segundo o coração de Deus. O Salmo 132 nos recorda que Davi teve aflições: "Lembra-te, OH Senhor, de Davi, e de toda a sua aflição" (V. 1).

Quando Davi tinha quinze anos de idade, foi ungido rei secretamente por Samuel. E por ter sido ungido rei em segredo, ele sofreu muito nas mãos do rei Saul. Davi correu para salvar a sua vida, de um deserto a outro, de uma caverna a outra, por cerca de quatorze anos.

Podem imaginar quantas das suas noites foram noites de insônia? Ele não tinha um lugar de descanso. O deserto nos fala de carência de repouso. E só uns poucos -quatrocentas ou seiscentas pessoas- lhe seguiram. Essas foram as aflições de Davi.

Fugindo de Absalão

Davi teve que fugir para salvar a sua vida da perseguição de Saul; mas nunca pensou que um dia teria que fugir também por causa de seu filho Absalão.

Entre todos os filhos de Davi, provavelmente era Absalão quem tocava no mais íntimo do coração de Davi. Quando Absalão se rebelou contra o seu pai e procurava matá-lo, Davi teve que fugir do trono. A Bíblia fala de como Davi cruzou o vale de Cedrom, como subiu ao monte das Oliveiras, atravessou o cume do monte, e cruzou o rio Jordão. E, no caminho, muitos lhe desprezaram e alguns lhe amaldiçoavam; no entanto, Davi sofreu o vitupério, e quando um dos seus assistentes quis matar ao que lhe amaldiçoava, ele disse: "Deixem-no em paz". Essas eram as aflições de Davi.

E mais ainda, quando os sacerdotes que levavam a arca vieram a ele porque queriam seguir-lhe, ele lhes disse: "Por favor, retornem, não me sigam; sigam a vontade de Deus. Se eu for agradável a Deus, então voltarei. Eu sempre posso voltar para a arca; mas a arca nunca deve me seguir; a arca é sempre o centro de tudo".

Quando esteve sob algum tipo de disciplina, Davi teve um coração muito puro. Recordamos as duas vezes em que ele peregrinou no deserto, as duas vezes em que ele fugiu por sua vida. Estas foram as aflições de Davi.

Outra classe de aflição de Davi

Mas no Salmo 132:1, refere-se a uma aflição específica de Davi, a um sofrimento quase desconhecido para nós.

Ao ver o contexto, encontramos Davi já no trono, e não só isso, Deus já lhe tinha concedido o repouso. Tinha vencido os seus inimigos, e achado o seu descanso. Esta é a melhor época em toda a sua vida. Ele não só estava em Jerusalém e tinha tomado a fortaleza de Sião, mas também tinha sentado no trono de Davi. Agora nos fala a respeito das aflições de Davi, quando os seus sonhos tinham sido maravilhosamente cumpridos.

Irmão, você conhece este tipo de sofrimento? Quando Deus te abençoa, e te concede uma linda família, maravilhosos filhos, uma casa preciosa, um trabalho bem-sucedido, e está sendo muito usado pelo Senhor, as portas se abrem de todo lado. Chegastes ao ápice da sua vida cristã. É como se estivesse sentado no trono, aquilo que sempre sonhaste. Quando o seu sonho foi realizado, Davi padeceu por muitas e longas noites. Estas muitas noites de insônia nos falam das aflições de Davi.

"Aconteceu que quando já o rei habitava em sua casa, depois que o Senhor lhe tinha dado repouso de todos os seus inimigos em redor, disse o rei ao profeta Natã: Eis que eu habito numa casa de cedro, e a arca de Deus está entre cortinas" (2 Sam. 7:1).

Ao comparar esta passagem com a passagem no Salmo 132, podemos imaginar que, depois de muitas noites sem dormir, Davi veio ao profeta Natã e lhe disse: "Eis que eu habito numa casa de cedro, e a arca de Deus está entre cortinas. Se Deus não tiver repouso, eu tampouco o terei". Aqui entendemos como o coração de Davi era um com o coração de Deus.

Então Natã lhe disse: "...faze tudo o que está em seu coração, porque o Senhor está contigo". Davi não havia dito o que estava em sua mente; só havia expressado que não teria descanso até que Deus tivesse o seu repouso. No entanto, por causa do seu amor por seu Deus, intimamente Davi tinha algo em seu coração, e Natã sabia muito bem. Natã representa o Espírito Santo.

Se amas ao Senhor, se de fato sofres e não por ti mesmo -por ti mesmo não há razão para que sofras, pois já está sentado no trono, desfrutando do repouso-, por que terias que torturar-te a ti mesmo? Aqui há alguém que nunca vai desfrutar do seu descanso até que o seu Deus também obtenha o seu descanso. Há algo na mente de Davi: ele deseja edificar a casa de Deus. Natã sabe muito bem e lhe diz: "Faze tudo o que está em seu coração, porque o Senhor está contigo".

A Casa é a Igreja de Deus

A casa de Deus, traduzida para a linguagem do Novo Testamento, é a igreja de Deus. O nosso Senhor Jesus Cristo disse: "Sobre esta pedra edificarei a minha igreja". Pedro disse: "Achegando-vos para ele como pedras vivas, sendo edificados juntamente como uma casa espiritual". E Paulo disse: "Vós sois a casa de Deus, vós sois o templo de Deus".

Então, se lermos Efésios, ali temos uma chamamento. Paulo fala a respeito da esperança desse chamamento. O que é um chamamento? Quando fomos salvos, um dia, respondemos ao seu chamamento. E, depois que fomos salvos, ouvimos outro chamamento do Senhor: "Vêm e siga-me, e eu te farei pescador de homens".

Agora cada um pode dizer: 'Eu fui chamado pelo Senhor'. Mas se lermos Efésios, quando Paulo fala a respeito da esperança do seu chamamento, e se lermos também Colossenses, tal chamamento é único. Ao ler essas duas cartas, vemos que somos chamados para sermos um Corpo, temos um chamamento para sermos edificados como a igreja de Cristo.

Antes da volta do Senhor, essa casa tem que estar construída, pois ele vai apresentar a si mesmo uma igreja gloriosa. Agora entendemos que temos não só um chamamento individual, mas também compartilhamos o mesmo chamamento. E este chamamento é para que sejamos um Corpo.

Um sonho de juventude de Davi

De alguma forma, esse desejo de Deus estava impresso no coração de Davi. Nós não sabemos quando Davi teve aquela visão; se quando ele era jovem, ou quando era um pastor, não sabemos. Porque naquela época, como pastor, ele dizia: "O Senhor é o meu pastor, nada me faltará" (Salmo 23:1). No entanto, o último versículo deste Salmo, diz: "Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias de minha vida, e habitarei na casa do Senhor por longos dias" - ou "para sempre".

Deus pôs esse desejo em Davi, mesmo que este fosse muito jovem. Mas, quando Davi chegou ao ápice ele deveria estar satisfeito, mas por que não podia dormir? Porque a arca de Deus ainda estava em uma tenda.

Irmãos, conhecer o coração de Deus é uma coisa; satisfazer o coração de Deus é outra coisa. Por meio dos livros, por meio das revistas, conheces a vontade de Deus, sabe que o nosso Senhor quer edificar a sua igreja, sabes que antes da sua volta ele vai apresentar a si mesmo uma igreja gloriosa. Tens todo o conhecimento, mas, onde você está? Está na casa de cedro, desfrutando do seu repouso? Irmãos, onde está a arca de Deus hoje?

Se nós desejamos ser edificados juntos como a igreja de Deus, temos o coração de Davi? Esse é o começo de toda verdadeira edificação. De outra maneira, tudo o que sabes não é mais que um sonho. Somos sonhadores, e somos belos sonhadores. Tudo está no futuro, tudo é uma teoria. Mas se você morar no palácio de cedro, isso é muito real; se está dirigindo um automóvel magnífico e olhas para os seus filhos maravilhosos; isso é muito real. Mas, o que acontece com a casa de Deus? É ainda um sonho, ou sabe que Deus está cumprindo o que ele deseja fazer?

Como podemos ser edificados juntos? O primeiro passo é a experiência das aflições de Davi. Se nós não conhecermos nada a respeito desse sofrimento, somos meros sonhadores. Poderá esperar por mais de dez anos, e nada ocorrerá. Pode estar muito ocupado, pode haver muitas portas abertas para ti e para mim; mas onde está a arca de Deus? Ele já obteve o que deseja?

Embora esteja ocupado trabalhando para o Senhor, isso não significa que Deus já tenha encontrado o seu lugar de repouso. Aqui aprendemos uma lição da história de Davi. Finalmente, a vontade de Deus foi cumprida, e o templo de Deus foi edificado. Mas antes, Davi passou por uma série de sofrimentos. A operação da cruz impregnou profundamente em sua vida.

Tu não és o homem

"Aconteceu naquela noite, que veio a palavra do Senhor a Natã, dizendo: Vai, e dize a meu servo Davi: Assim diz o Senhor: Tu me hás de edificar casa em que eu more?" (2 Sam. 7:4).

Aquele dia Natã disse a Davi: "Anda, e faze tudo o que está em seu coração, porque o Senhor está contigo". 'Esse é o seu sonho, tencionas realizar o seu sonho'. Por quê? 'Porque o Senhor está contigo'. Mas, menos de vinte e quatro horas depois, houve uma surpresa para Davi. Deus havia se agradado do coração de Davi, mas ao seguir lendo vemos que aquela noite foi a noite mais difícil para Davi. Depois de tantas noites sem dormir, houve para ele uma noite de maior aflição. Deus lhe disse: "Não serás tu que a edifique".

Na vida de Davi, Deus usou duas vezes a Natã para falar com ele. Quando Davi cometeu o pecado de adultério e de homicídio, durante quase um ano ele recusou confessar o seu pecado. O que lhe disse Natã? "Tu és esse homem".

E em seguida temos esta ocasião. Davi tinha muito zelo pela casa de Deus. E embora o profeta lhe houvesse dito: "Anda e faz o que quer; o seu sonho se cumprirá"; no entanto, repentinamente, Natã veio com más notícias: "Tu não és o homem".

Davi tinha milhares de planos; ele tinha uma paixão por Deus; ele tinha muito zelo pelo Senhor; mas nunca esperava que Deus lançasse água fria nos seus planos. "Tu não és o homem, porque há muito sangue em suas mãos". Essas são as aflições de Davi. Quando tens um coração para o Senhor e não é seu irmão o que te diz: "Tu não és o homem"; não é a sua esposa quem te diz: "Tu não és o homem". É o próprio Deus quem lhe diz isso!

Não somos nós os qualificados para edificar a igreja de Deus. Quantas vezes ferimos os nossos irmãos e irmãs! Aos olhos de Deus, quanto sangue há em nossas mãos!

Portanto, só porque você conhece alguma teologia, porque conhece algumas verdades bíblicas, você diz: 'Agora, eu vou edificar a igreja'. Mas quando tenta edificar a igreja, por causa do seu temperamento, por causa da sua natureza, inconscientemente, você fere os seus irmãos, e em seguida pensa que Deus vai te usar para edificar a sua igreja? Se você deseja edificar um muro de cinco metros, tem que trabalhar duro. Mas, se ferir os seus irmãos e irmãs, se tiver derramado tanto sangue, de fato, consegue destruir três metros.

Então, se desejamos ser edificados juntos, cedo ou tarde o Senhor terá que nos dizer: "Tu não és o homem".

Alguém perguntou à senhorita Barber, alguém que ajudou muito a Watchman Nee: "Qual é o segredo para trabalhar para o Senhor?". A sua resposta foi: "O segredo para trabalhar para o Senhor é não trabalhar para o Senhor". Essas são as aflições de Davi. Se tiver consagrado tudo ao Senhor, ele te dirá: "Tu não és o homem, você não está qualificado". Ouviste?

Este é o começo da edificação da casa, e isso é o que estava ocorrendo com Davi. Mas pense isto: se Deus te disser: "Tu não és o homem", qual será a sua reação? 'Bem, então, vou amar ao mundo. Se não é comigo, não tenho nada a ver com isso. A partir de agora, não vou mais às reuniões, ou me sentarei atrás. Ainda vou sorrir para os irmãos e irmãs, vou abraçá-los; mas permanecerei muito passivo, porque Deus me tem dito: Tu não és o homem'.

Freqüentemente, Deus não diz isto diretamente, mas diz por meio de um irmão ou uma irmã. E quando ouve isso, diz: 'Não contribuirei mais, não vou usar os meus talentos; nada vai sair de mim'. Mas, isso é o que aconteceu com Davi? Não, irmãos. Quando Deus nos diz 'Não', é uma prova para saber onde estamos.

Algumas vezes temos uma pretensão, como se fôssemos muito espirituais, até que um dia esta parte da obra da cruz sobrevém. É a parte mais difícil de aceitar, quando tens toda a energia, e lançam-lhe um balde de água fria. E isso vem do próprio Deus.

A edificação da própria casa

Por que Deus disse: 'Não és tu o homem'? Para entender isto, você terá que ler toda a Bíblia. Tem um coração, mas não tem a qualificação. Cedo ou tarde, descobrirá que não é capaz. Isso é parte da obra da cruz. Tem que ser exercitado na paciência e escutar o que Deus tem a dizer-te. "Também o Senhor te faz saber que ele te fará casa. Quando teus dias forem completos, e vieres a dormir com teus pais, então farei levantar depois de ti um dentre a tua descendência, o qual sairá das tuas entranhas, e estabelecerei o seu reino. Este edificará casa ao meu nome, e confirmarei o trono de seu reino para sempre. Eu lhe serei por pai, e ele me será por filho" (2 S. 7:11-14).

Por que não és tu o homem? Antes que você deseje estabelecer casa para Deus, tem que permitir que Deus mesmo estabeleça a sua própria casa. Em seu coração, você pensa na casa de Deus; no coração de Deus, ele pensa em sua casa.

É preciso que a sua casa seja estabelecida, para que então a casa de Deus seja estabelecida. Antes que trabalhe para Deus, tem que permitir que Deus trabalhe em ti. Contigo não é possível, não está qualificado. Mas, quando estará qualificado? Só quando a sua casa estiver estabelecida. Então, Deus vai estabelecer a casa de Davi. Davi tem muitos filhos, um dos seus filhos será escolhido, e este é Salomão.

Aquela noite, Deus prometeu a Davi que ia edificar a sua casa, e que um dos seus filhos se sentaria no trono de Davi, e aquele filho edificaria a casa de Deus. Isso é muito interessante. Só quando a casa de Davi foi estabelecida, então Salomão edificou a casa de Deus. Assim é como Deus edifica a sua própria casa.

Nós somos exatamente como Davi - nenhum de nós está qualificado. Então, o que faremos? Permitas que Deus trabalhe em ti, que Deus trabalhe em sua casa. Salomão é parte da edificação de Deus. Quando Deus fez a sua obra, então, por meio de Salomão, foi edificada a casa. Deus não vai usar a Davi diretamente; mas isso não significa que ele o tenha recusado. Por um lado, Deus não te usa; mas, por outro lado, ele ainda vai te usar; mas vai te usar de uma maneira indireta, só quando a sua casa estiver estabelecida.

Em seguida, o caminho para a casa de Deus é que Deus tem que trabalhar em nós e em nossas casas. Por essa razão, a vida de família está intimamente relacionada com a vida da igreja. Sem uma vida de família normal, nunca teremos uma vida de igreja normal. Se não souber como governar a sua casa, como poderá governar a igreja? Isto é muito importante. Por tal razão, Davi teve que permitir que Deus fizesse a sua obra de uma maneira muito profunda.

E sabemos como Davi aprendeu a lição, apesar dele ter falhado terrivelmente. Ele esteve sob a mão disciplinadora de Deus, mas, pela graça do Senhor, nasceu Salomão. Quando Salomão se converteu no escolhido de Deus, Davi recordou que ele mesmo não era capaz de edificar a casa de Deus; ele era só um pecador preservado por graça.

O nascimento de Salomão nos faz recordar a história do fracasso de Davi. Davi era um vaso nas mãos de Deus; no entanto, aquele vaso estava completamente rachado. Pela misericórdia do Senhor, ele fez um vaso novo. Os caminhos de Deus são sempre mais elevados que os nossos caminhos, e finalmente, Salomão achou-se no trono.

O lugar da edificação

Em 1 Crônicas 21 descobrimos que Davi pecou mais uma vez, quando fez o censo do povo. Ele tinha sido restaurado, e isto, de fato, pode ser muito perigoso. Depois de retornar a Jerusalém, a tentação foi esta: Agora sabes que Deus está contigo, sabes que ele se agrada da sua vida, e então a carne, gradualmente, levanta-se outra vez, e quer saber qual é o poder que há em suas mãos. Assim, Davi pecou contra Deus mais uma vez.

Dois grandes pecados de Davi ficaram registrados na Bíblia: o primeiro, quando cometeu o adultério; outro, quando fez o censo do povo. Ele sabia que tinha pecado contra Deus. Quando o anjo quase matou a todos, então ele orou.

Deus enviou o profeta e pediu que Davi fosse à eira no monte Moriá, o lugar onde se separa a palha do grão. As pessoas se alimentam com o grão, não com a palha. Cristo é o grão; nossa carne é como a palha. Quando está alimentando às pessoas com Cristo, inconscientemente, as estás alimentando também de ti mesmo. Por essa razão, Davi estava muito orgulhoso, e queria recensear o povo, para saber como estava o seu desempenho, para conhecer os seus lucros.

Davi pecou contra Deus, e por isso teve que passar pela eira. A obra da cruz teve que cortar profundamente a vida de Davi. Então pôde ser útil nas mãos de Deus. Quando ele passou pela eira e ofereceu o holocausto, para a sua surpresa, o fogo do céu se derramou sobre o altar e consumiu o sacrifício. Isso significava que Deus estava satisfeito, Deus estava em paz.

Quando Davi viu o acontecido, disse: 'Este é o templo de Deus'. O que significa isto? Antes que o povo de Israel entrasse na terra, Deus disse a Moisés: "Quando entrares na terra, não siga os costumes dos povos da terra; eles procuram os lugares altos e fazem as suas oferendas, mas tu não deve fazer isso". Deus escolheria um lugar e todo o povo de Israel tinha que ir a esse lugar para oferecer os seus sacrifícios. Em outras palavras, se queres edificar a casa de Deus, ele mesmo já tem o lugar escolhido. Ali é onde deves ir.

No entanto, quatrocentos ou quinhentos anos depois que o povo entrou na terra, ninguém sabia qual era o lugar. Ninguém sabia, nem Salomão, nem Davi. Tudo o que sabiam é que um dia havia um lugar escolhido por Deus. Mas, graças a Deus, depois da sua dolorosa experiência, os seus olhos foram abertos. Naquela eira, onde a palha e o grão eram separados, estava o lugar para a casa de Deus. Ao mesmo tempo, esse era o lugar exato onde Abraão ofereceu a Isaque.

Pela primeira vez na história, Davi viu o lugar. Mas Deus teve que edificar primeiro a Davi. Se a casa de Davi não estivesse estabelecida, Davi não saberia onde estaria a base da casa de Deus. É uma lição que Davi aprendeu em sua velhice.

"E disse Davi: Aqui estará a casa do Senhor Deus, e aqui o altar do holocausto para Israel" (1 Crônicas 22:1). Os olhos de Davi foram abertos. Naquele lugar deveria ser edificada a casa de Deus. Na linguagem do Novo Testamento, qual é a base da vida da igreja? Há dois elementos importantes: primeiro, alguém como Abraão, que ofereceu o seu filho Isaque; e segundo, somos nós como Davi, que passou pela eira?

Preparando os materiais

"Depois mandou Davi que se reunissem os estrangeiros que havia na terra de Israel, e estabeleceu dentre eles pedreiros que lavrassem pedras de cantaria para edificar a casa de Deus" (1 Cr. 22:2). Quando Davi soube onde deveria lançar as bases, ele se tornou muito ativo. Apesar de Deus lhe haver dito: "Tu não és o homem que vai edificar", não significa que ele não estivesse qualificado para preparar os materiais da construção.

O que edifica está em primeiro plano, e o que prepara os materiais está por trás. Salomão recebeu toda a glória, porque dali em diante o templo foi conhecido como o templo de Salomão, e Davi estava por trás da cena. Não importa o que ele tenha feito, as pessoas não veriam a sua glória. Deus lhe diz: 'Não és tu o que irá edificar', mas nem por isso ele se negou a fazer algo. Falando estritamente, se nós conhecermos a história dessa edificação, noventa por cento é o esforço de Davi, e só dez por cento pertence a Salomão. No entanto, Salomão recebeu toda a glória.

Irmão, você está disposto a prosseguir? Se Deus te disser: 'Tu não és o homem que vai edificar', ele não tem dito que não é o homem que pode preparar os materiais. Você está disposto a fazer isso? Graças a Deus, ao seguir lendo o capítulo 22, vemos como Davi fez aquele maravilhoso trabalho.

"E disse Davi: Salomão meu filho é moço e de tenra idade, e a casa que se há de edificar ao Senhor há de ser magnífica por excelência, para renome e honra em todas as terras; agora, pois, eu lhe prepararei o necessário. E Davi antes da sua morte fez preparativos em grande abundância ... Eis aqui, eu com grandes esforços tenho preparado para a casa do Senhor cem mil talentos de ouro, e um milhão de talentos de prata, e bronze e ferro sem medida, porque é muito. Também preparei madeira e pedra, ao qual tu acrescentarás (1 Cr. 22:5, 14).

Organizando a Casa

Aqui vemos quão positiva era a atitude de Davi. Ao seguir lendo esta passagem, o seu coração vai ser tocado. Aquele a quem Deus disse 'Não' - como se tivesse sido recusado por Deus - ainda prossegue, embora já sendo ancião, não abandona tudo nas mãos do seu filho. Ele não desperdiçou o seu tempo; ele fez muito esforço em preparar tudo para o templo.

E não só isso, quando avançamos para o capítulo 23, já temos o templo, mas onde estão os levita e os sacerdotes? Davi reuniu todos os levita e sacerdotes, e os distribuiu em vinte e quatro grupos. Ele era um bom organizador e, naquela época, Salomão era ainda muito jovem e inexperiente.

No capítulo 25, Davi organizou os músicos e cantores. Ele sabia que não podia trabalhar na edificação da casa; no entanto, quando a casa estivesse edificada, teria que haver sacerdotes, levitas e cantores. Antes da sua morte, Davi organizou tudo. Recordem, em sua carne, havia uma marca que dizia: 'Tu não és o homem'. Mas ele seguiu, e no capítulo 26, 27, e especialmente no 28, ele reuniu a todos em Jerusalém.

E diante de todos, Davi disse a Salomão: "Sê forte e faz a obra". Salomão era o homem. Agora sabemos onde edificar o templo, mas nessa época, Davi mostrou a Salomão em Jerusalém, o plano da casa de Deus: "Todas estas coisas, disse Davi, foram-me traçadas pela mão do Senhor..." (V. 19).

Pensem isto: o desenho foi esboçado pela mão do Senhor. Para edificar a casa, é necessário um plano, um desenho para ver como é a casa. Deus disse 'Não' a Davi; no entanto, lhe mostrou o plano. E Davi disse: 'Isso foi esboçado pela mão de Deus'. A casa de Deus deve ser edificada segundo o plano. Quando Salomão edificou o templo, ele devia seguir aquele plano. Se Davi desistisse e dissesse: 'Eu não tenho nada a ver com isso', quem haveria de saber qual era o lugar para edificar a casa?

Isto ocorreu no final da vida de Davi. Ele não só preparou o material, mas também o lugar onde deveriam ser postos os fundamentos, preparou os planos, organizou os sacerdotes, pôs os cantores na casa do Senhor. Tudo estava quase preparado. Agora só era necessário o toque de ouro de Deus. Finalmente, quando Salomão esteve no trono de Davi, Deus realizou o que desejava.

Edificando as famílias

Agora pode ver como a casa de Deus deve ser edificada. A lição é muito clara aqui: Se você quiser edificar a casa de Deus, comece por sua família, permita que o Senhor opere nela, ensine aos seus filhos não apenas que sejam bons cidadãos. Neste mundo cheio de pecado, há muitas tentações; serem puros é quase impossível. Se quiser ajudar que seus filhos estejam longe das drogas, do adultério, da fornicação, permita que Deus edifique a sua família, que ele estabeleça a sua casa.

Mas não esqueça, a razão pela qual tem muitos filhos é porque um ou dois deles serão usados por Deus para cumprir a Sua vontade. Por essa razão, como pai, como mãe, não tem que ensinar os seus filhos para ti mesmo; tem que permitir que Deus trabalhe em sua família, e então nascerá um Salomão. E tudo isso é por graça. Um dia, ele chegará ao ápice de sua vida, não por si mesmo - Deus o terá escolhido para fazer a Sua obra.

Nós sabemos que o Senhor virá muito em breve. Mas, se ele não vier tão logo - embora desejássemos nos reunir com ele hoje - quando a igreja será uma igreja gloriosa? Não devemos dizer: 'Não deveríamos nos envolver, não conhecemos a vontade de Deus, ainda não é o tempo'. Mas está preparado para preparar os materiais, não é verdade? Pode preparar o ouro, a prata e todo o resto. Isso significa que está preparando a sua família.

Por essa razão, a igreja tem que crescer, a igreja tem que seguir animando os jovens. Estes são os materiais para a edificação da igreja. Quando eles estão sendo edificados, converteram-se nas sete colunas da casa de Deus. "A sabedoria edificou a sua casa", mas antes da edificação é necessário as sete colunas. (Prov. 9:1).

O futuro da igreja está nos jovens. Por essa razão, se a igreja está pelo Senhor, deveria preparar ouro e prata, e deveria recompensar os jovens quando eles seguem o Senhor, animá-los e lhes dar recompensa. Os jovens precisam ser incentivados. Se o Senhor não vier tão logo, quem sabe se o Senhor usará a um dos seus filhos ou suas filhas, assim como usou a Salomão, para que, finalmente, a vontade de Deus seja cumprida?

Eu penso que hoje temos um problema. Pensamos: 'Deus vai cumprir a sua vontade, e eu sou indispensável, assim ele tem que me usar'. Não, irmãos. Os caminhos de Deus são mais altos do que os nossos. O problema é o seguinte: Quantos Davis há aqui? Nós deveríamos ser como Davi.

Damos graças a Deus. Ele já tem feito uma maravilhosa obra no Chile. Em muitos lugares, o testemunho do Senhor já foi estabelecido. No entanto, Deus vai fazer algo mais - ele vai trazer uma geração mais jovem para a sua igreja.

Nós somos pais. Agora, como igreja, precisamos nos levantar e saber o que o Senhor está fazendo. Animo-os a prosseguir lendo toda a história de Davi, para que os seus corações sejam tocados, pois essa é a história da edificação da casa de Deus, ainda que Davi não recebesse a glória, senão que toda a glória tenha pertencido a outro. Vocês estão dispostos?

Que o Senhor fale aos nossos corações.

(Versão editada de uma mensagem ministrada em Temuco, em setembro de 2006).